Autor: Marketing Tcheinverno (Página 1 de 2)

EUA ANUNCIAM SUSPENSÃO DAS RESTRIÇÕES DE VIAGENS PARA ESTRANGEIROS VACINADOS

Os Estados Unidos sempre foram um dos destinos preferidos de milhares de brasileiros. Entretanto, em razão da pandemia, o país precisou adotar diversas restrições à entrada de estrangeiros, o que influenciou a vida de muitas pessoas.

Por conta disso, há mais de um ano, os planos de viagens estão sendo modificados e adiados, logo, as expectativas pelo fim dessas barreiras eram altíssimas. E agora, após essa longa espera, a notícia finalmente chegou!!!

No dia 20 de setembro de 2021, o governo do presidente Joe Biden, anunciou que as restrições de viagem para estrangeiros vacinados serão suspensas a partir de novembro e o país será reaberto para milhares de turistas!

   Segundo Jeff Zients, coordenador de pandemia da Casa Branca, antes de embarcar, os viajantes precisarão apresentar uma prova de vacinação (é necessário estar totalmente vacinado) e um teste negativo para o coronavírus feito dentro de três dias antes da viagem.     

    Em relação a quais vacinas serão autorizadas, na sexta, (08), uma nova informação surgiu: os Estados Unidos aceitarão os seis imunizantes autorizados pela OMS ou pela FDA. Segue a listinha:

  • Pfizer;
  • Moderna;
  • AstraZeneca;
  • Janssen (Johnson & Johnson);
  • SinoPharm;
  • CoronaVac;

Além disso, a quarentena, que até então era obrigatória para moradores de vários países, não será exigida. Ou seja, basta apenas seguir os protocolos acima, organizar o seu roteiro e providenciar as suas passagens!

Confira em “viagens” todas as nossas dicas e não esqueça de organizar sua mala com os produtos da Tchê Inverno, afinal, uma temporada nova pede looks novos!

Você já sabe para onde ir? Que tal ir para Manhattan? Confira o post 3 Motivos Para Passar o Fim de Ano em Manhattan.

VIAGENS DURANTE A PANDEMIA: DÚVIDAS, PROTOCOLOS E VACINAS

A pandemia de Covid-19 impactou a vida de todas as pessoas de uma maneira totalmente inesperada. A população precisou ficar de quarentena, adaptar-se ao uso das máscaras, higienizar as mãos com frequência e evitar aglomerações. Além disso, as fronteiras foram fechadas e todos os planos de viagens precisaram ser cancelados ou redefinidos. Uma verdadeira frustração!

 

Com esperança renovada em dose de vacinas, a vida parece querer voltar ao normal, pelo menos no quesito viagens. Porém, nada será como antes e muitas dúvidas surgem no planejamento de qual turismo está permitindo e como.

 

Você pode estar se perguntando: “Quando posso ir? Para onde posso ir? Preciso estar vacinado? Há alguma vacina específica para entrar em outros países? O que preciso levar?”

 

Calma! Vamos respirar fundo, relaxar e tentar se informar ao máximo. Neste artigo, tentaremos esclarecer algumas das suas dúvidas.

Vamos lá!

 

O QUE PRECISO SABER ANTES DE MARCAR A PRÓXIMA PASSAGEM?

 

Antes de comprar sua passagem aérea ou remarcar a data, é importante que você saiba que estar vacinado não é garantia de conseguir embarcar.

 

Por isso, é imprescindível que você leia todas as informações disponíveis no site de cada embaixada, confirme se o país escolhido está aceitando turistas brasileiros e quais imunizantes são autorizados em cada lugar.

 

Ficou complicado? Calma! Nós vamos te ajudar!  Para facilitar sua vida, listamos as principais informações que você precisa saber. Veja a seguir:

 

  • Relação dos países que aceitam cada tipo de vacina:

 

  1. AstraZeneca:

 

Anguilla, Antígua e Barbuda, Armênia,Bahamas, Barbados, Belize, Bermudas, Bolívia, Bósnia, Botswana, Canadá, Colômbia, Coreia do Sul, Costa Rica, Croácia, Dominica, Emirados Árabes, Equador, Egito, Etiópia, Finlândia, Gana, Geórgia, Granada, Guatemala, Honduras, Inglaterra, Islândia, Jamaica, Maldivas, Marrocos, México, Montenegro, Namíbia, Nicarágua, Peru, Panamá, Seychelles, Sri Lanka, Saint Maarten, Suíça, União Europeia*.

 

*A Covishield, AstraZeneca fabricada na Índia, ainda não está sendo aceita.

 

  1. Pfizer/BioNTech:

 

África do Sul, Anguilla, Aruba, Bahamas, Belize, Bermudas, Bolívia, Bonaire, Bósnia, Canadá, Colômbia, Coreia do Sul, Costa Rica, Croácia, Curaçao, Emirados Árabes, Equador, Estados Unidos, Finlândia, Honduras, ilhas Turcas e Caicos, Inglaterra, Islândia, Maldivas, Montenegro, Peru, Panamá, Qatar, República Dominicana, Sérvia, St. Marteen, Suiça, União Europeia.

 

  1. Janssen:

 

Afeganistão, África do Sul, Anguilla, Bahamas, Belize, Canadá, Coreia do Sul, Estados Unidos, Finlândia, Honduras, Islândia, União Europeia e Qatar.

 

  1. Moderna:

Anguilla, Bahamas, Belize,Bonaire, Canadá, Coreia do Sul, Croácia, Curaçao, Estados Unidos, Finlândia, Guatemala, Honduras, Inglaterra, Islândia, Saint Maarten, Qatar, União Europeia.

 

  1. Sinovac (CoronaVac):

 

Armênia, Albânia, Azerbaijão, Belize, Benin, Bósnia, Camboja, Chile, China, Colômbia, El Salvador, Equador, Egito, Espanha, Filipinas, Finlândia, Grécia, Hong Kong, Indonésia, Islândia, Líbia, Malásia, Macedônia, México, Omã, Paraguai, República Dominicana, Singapura, Somália, Suíça, Tailândia, Uruguai, Tunísia, Turquia.

 

Observação: essa relação combina os imunizantes que estão sendo aplicados em cada país + os imunizantes que estão sendo aceitos em locais abertos para turistas.

  • Outros protocolos:

Após confirmar as informações acima, é necessário atentar-se para os outros protocolos. Para isso, resumimos em três tópicos as principais informações o que você precisa saber:

  1. Certificado online de vacinação:

Muitos países pedem um comprovante de vacinação. Para consegui-lo, é necessário baixar o aplicativo ConecteSUS ou acessar o site. Você precisará fazer um cadastro e, após isso, rapidamente terá acesso a um certificado.

Vale ressaltar que esse documento ficará disponível apenas quando a imunização estiver completa, então, fique atento à quantidade de doses e ao prazo de cada uma.

  1. Isolamento:

Cada país tem suas próprias regras. Alguns, além da vacina, exigem uma quarentena de 10 a 14 dias que deve ser rigorosamente cumprida.

Para lugares que ainda não aceitam viajantes brasileiros, esse isolamento deve ser feito em outro país autorizado.

  1. Testes:

Por fim, há ainda uma terceira opção: outros países, incluindo o Brasil, querem resultados de testes PCR negativos para Covid-19. Faça-o 72 horas antes de viajar, pois é importante ser recente.

Para finalizar, não se esqueça de continuar cumprindo as medidas sanitárias para conter o vírus e planeje sua viagem com antecedência.

Gostou?  Deixe sua dúvida nos comentários, vamos responder todos!

Para continuar te auxiliando, nosso próximo post falará sobre dicas de como um turista pode evitar aglomerações na viagem. Você não pode perder!!

Como arrumar sua mala para o frio?

Aprenda como preparar uma mala de inverno:

Nós brasileiros não estamos acostumados com frio intenso, por vivermos em um país considerado tropical. Ao se deparar com frio extremo em outros países é necessário entender como se proteger corretamente. Com isso, existe o dilema: como preparar uma mala de inverno corretamente?

A falta de planejamento e escolhas erradas, podem trazer muitos desconfortos na viagem. Para te ajudar a organizar corretamente a sua mala preparamos algumas dicas abaixo:

Ler mais

Página 1 de 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén